Retrospectiva | Seis momentos que marcaram o Conquista Repórter em 2022

Por - 16 de dezembro de 2022

A partir deste sábado, 17, a equipe do CR entra em recesso para recarregar as energias. Mas antes disso, relembramos acontecimentos deste ano que nos fazem acreditar que é possível fazer jornalismo local e independente em Vitória da Conquista.

É fato que 2022 não foi um ano fácil, especialmente para o jornalismo comprometido com o interesse público e com a democracia. Em meio ao quarto e (felizmente) último ano do (des)governo do presidente Jair Bolsonaro e do segundo ano de gestão da prefeita Sheila Lemos, declaradamente bolsonarista, nós resistimos a ataques, a dificuldades de sustentabilidade, ao cansaço e ao desgaste físico e, sobretudo psicológico.

Fazer jornalismo requer honestidade e transparência, e não só ao escrever uma reportagem. Portanto, estaríamos mentindo para você se falássemos aqui que é fácil e tranquilo ser jornalista independente, ainda mais no interior da Bahia, onde a nossa profissão é extremamente precarizada e pouco valorizada. Não é fácil. E sempre soubemos que não seria. Mas é possível.

É possível porque há sim pessoas que valorizam o nosso trabalho, nos incentivam a continuar e nos apoiam da forma que podem. E se você esta lendo este texto, provavelmente é uma delas. Por isso, desde já, nosso muito obrigado. Chegamos ao fim de mais um ano acreditando que conseguimos mostrar que é possível fazer jornalismo local e independente em Vitória da Conquista, apesar de todos os desafios e percalços.

Pelo menos é o que fica evidente ao olharmos para trás e refletirmos sobre tudo o que realizamos neste ano. Por isso, listamos a seguir seis momentos que marcaram o Conquista Repórter em 2022. Relembre:

1. Tivemos dois projetos aprovados em um programa de aceleração digital: promovida pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), Meta, e Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ), a iniciativa impulsionou o nosso site com um aporte financeiro para criação de novos produtos jornalísticos, além de mentoria com especialistas.

2. Lançamos o especial “Encontre o Conselho: esse foi o primeiro fruto do programa da Abraji, Meta e ICFJ. Hospedado em uma página externa ao site do Conquista Repórter, o EOC reúne as informações necessárias para facilitar o acesso dos cidadãos de Vitória da Conquista aos conselhos municipais de políticas públicas. O projeto foi finalista do Prêmio Livre.jor de Jornalismo-Mosca.

3. Publicamos a 1ª temporada do Fatos & Vozes: lançado no dia em que Vitória da Conquista completou 182 anos, o F&V, segundo projeto oriundo do programa Acelerando a Transformação Digital, buscou resgatar a memória e identidade indígena no Sertão da Ressaca, onde fica localizado o município. O Conquista Repórter recebeu uma Moção de Aplauso da Câmara de Vereadores pela pesquisa, produção e veiculação do podcast. A homenagem foi proposta pela parlamentar Viviane Sampaio (PT).

4. Ampliamos o nosso alcance e engajamento nas redes sociais e no site: até a publicação desta retrospectiva, tivemos cerca de 80 mil visualizações no site do CR e ultrapassamos a marca de 2 mil seguidores só no Instagram. Contribuiu diretamente para isso a nossa cobertura de dois grandes eventos do ano: o Festival de Inverno Bahia e as Eleições Federais. Nos stories da nossa página, mais de mil pessoas chegaram a acompanhar, diariamente, as nossas publicações.

5. Criamos mais uma série especial de matérias: o “Radar Solidário” se juntou às outras duas editorias especiais do nosso site, “Histórias à Margem” e “Os eleitos”. A série surgiu com o objetivo de dar visibilidade a iniciativas e projetos que promovem a inclusão social e estimulam a solidariedade em Vitória da Conquista.

6. Nos associamos à Ajor: com a perspectiva de se fortalecer junto à outras iniciativas de jornalismo on-line e criar novas redes de relacionamento para além de Vitória da Conquista, nosso site se associou à Associação de Jornalismo Digital. Desde então, já colaboramos com a realização do Festival 3i Nordeste, promovido pela organização, e passamos a integrar ainda mais o ecossistema jornalístico nacional.

Em 2023, poderemos fazer muito mais e melhor com a sua ajuda. Assine a nossa campanha de financiamento no Catarse ou doe qualquer valor para o CR através da chave PIX 77999214805 (Victória Araujo Lôbo da Costa). A partir deste sábado, 17, iniciamos um recesso coletivo e voltamos com baterias recarregadas em janeiro do próximo ano. Afinal, estamos só começando…

Gosta do nosso trabalho? Então considere apoiar o Conquista Repórter. Doe qualquer valor pela chave PIX 77999214805 ou assine a nossa campanha de financiamento coletivo no Catarse. Assim, você nos ajuda a fortalecer o jornalismo independente que Vitória da Conquista precisa e merece!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • some
  • Somos uma organização de mídia independente que produz jornalismo local em defesa dos direitos humanos e da democracia no sertão baiano.
  • Apoie

© 2021-2024 | Conquista Repórter. Todos os direitos reservados.