Arte e política caminham juntas na segunda noite do Festival de Inverno Bahia

Por - 28 de agosto de 2022

Além das apresentações de Maria Bethânia, Paralamas do Sucesso, João Gomes e Harmonia do Samba, a noite do sábado, 27, foi marcada por manifestações políticas entre os espectadores.

Abrindo os caminhos da segunda noite de Festival de Inverno Bahia (FIB), neste sábado, 27, a menina dos olhos de Oyá, Maria Bethânia, iniciou o seu show às 20h57. Porém, antes mesmo da artista subir ao palco, os espectadores iniciaram uma manifestação contra o atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL). Em uníssono, entoaram por diversas vezes “olê olê olê olá, Lula”, se referindo ao candidato Luís Inácio Lula da Silva (PT). 

Esse ato foi repetido ao decorrer do show da cantora, que interpretou “Cálice”, canção de autoria de Chico Buarque e Gilberto Gil*, muito conhecida por fazer oposição à Ditadura Militar. Além dessa, Bethânia cantou músicas que ficaram consagradas por sua interpretação ao longo dos seus 57 anos de carreira. Para abrir o show, ela fez um pout pourri de “Gema” e “Índio”, músicas escritas pelo seu irmão Caetano Veloso. “Sangrando”, “Gostoso demais” e “Reconvexo” também fizeram parte da setlist da artista. 

Maria Bethânia foi a primeira atração confirmada do evento e a expectativa do público para essa noite foi percebida através da venda de ingressos esgotada para o camarote duas vezes. A capacidade máxima do espaço VIP é de 5 mil pessoas, quantidade que foi expandida após as vendas terem esgotado pela primeira vez. Na manhã deste sábado, 27, a produção do FIB informou em suas redes sociais que a venda extraordinária para o camarote foi encerrada. 

Com a arena cheia, aproximadamente às 23h, Paralamas do Sucesso iniciou o seu show no Parque de Exposições Teopompo de Almeida. Não é a primeira vez que subiu ao palco do festival, mas a sua presença na grade da noite trouxe a nostalgia do Pop Rock, ritmo tradicional no evento. A banda tocou músicas muito conhecidas, levando o público a cantar “Lourinha Bombril”, “Cuide bem do seu amor”, “Aonde quer que eu vá” e “Lanterna dos afogados”. 

Noite de encontros 

Tá precisando de dengo? O cantor de piseiro João Gomes levou todo o seu carinho para os fãs conquistenses que estavam no Festival. “Aquelas coisas”, “Se for amor” e “Dengo” foram alguns dos sucessos cantados por João, que iniciou o seu show à 00h40. “Realizei o sonho de curtir os Paralamas do Sucesso aqui de cima do palco”, disse o jovem durante o show para inspirar os seus fãs a refletirem sobre os seus sonhos e desejos. 

Partindo para o pagode baiano, Harmonia do Samba começou a apresentação aproximadamente às 2h20. Xandy cantou novos sucessos da banda e convidou João Gomes, que se apresentou antes, para dividir o palco com ele. Juntos, fizeram brincadeiras e cantaram “Dengo”, sucesso do cantor de piseiro. O artista baiano rasgou elogios para João e o convidou para regravar uma música sua.

Logo depois, cantou antigos sucessos da banda, levando o público a dançar muito. Alguns hits em parceria com outros artistas também fizeram parte da setlist, como “Hipnotizou”, com Léo Santana; “Tic Nervoso”, com Anitta e “Tá solteira, mas não tá sozinha”, com Ivete Sangalo. 

Durante a noite, a Arena Eletro-Rock e a Vila da Música também atraíram o público com atrações como EuLá, artista conquistense que ficou conhecida pela sua participação no The Voice Brasil, e Estakazero, banda soterapolitana que lotou o espaço tocando forró. Veterano no FIB, o vocalista da Estakazero ressaltou durante coletiva de imprensa a importância de retornar após dois anos de pandemia, ainda mais com uma estrutura melhor, como a do Vila da Música nesta edição.

*ERRAMOS: A música “Cálice” tem Gilberto Gil como co-autor, não tendo sido escrita somente por Chico Buarque, conforme havíamos informado, anteriormente. A informação foi corrigida no texto.

Gosta do nosso trabalho? Então considere apoiar o Conquista Repórter. Doe qualquer valor pela chave PIX 77999214805 ou assine a nossa campanha de financiamento coletivo no Catarse. Assim, você nos ajuda a fortalecer o jornalismo independente que Vitória da Conquista precisa e merece!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • some
  • Somos uma organização de mídia independente que produz jornalismo local em defesa dos direitos humanos e da democracia no sertão baiano.
  • Apoie

© 2021-2024 | Conquista Repórter. Todos os direitos reservados.