Falta de iluminação em ciclovia da Avenida Luís Eduardo Magalhães gera medo e insegurança para mulheres, denuncia vendedora

Por - 30 de junho de 2021

A ciclista Viviane Ribas publicou um vídeo em seu perfil no Instagram por sentir medo de fazer o trajeto à noite, principalmente por ser mulher

“É um apelo que eu faço para a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, que dê atenção para essa ciclovia”, explica a conquistense Viviane Ribas, em um vídeo publicado em seu Instagram, nesta quarta-feira, 30, no qual mostra a rua sem iluminação e destaca os perigos para as mulheres que precisam passar por lá. Uma leitora do Conquista Repórter nos marcou na publicação.

Viviane trabalha como vendedora numa loja no Candeias e volta para casa às 18h. Seu meio de transporte é a bicicleta. Segundo a ciclista, ela e outras mulheres sentem bastante medo e insegurança ao ter que passar pelo local. “Como vocês podem ver, não tem nenhuma iluminação e a gente só quer ter o direito de sair do nosso trabalho e chegar em paz em casa”, relata.

Como depende da bicicleta para se locomover, Viviane gravou o vídeo e marcou a Prefeitura na publicação, além de alguns vereadores, para alertar o Poder Público quanto à necessidade urgente de iluminação da via. “É com [a bicicleta] que vou e volto do trabalho, a ciclovia é o único caminho possível e todos os dias à noite sinto muito medo”. Ela diz ainda que, às vezes, seu esposo lhe acompanha, mas nem sempre é possível.

Segundo pesquisa feita pela Agence Française de Développement (AFD), o Brasil é o pior lugar da América
Latina para as mulheres, que sofrem diariamente com o machismo, assédio e violência sexual nos espaços públicos e privados. Em nosso país, ocorre um estupro a cada oito minutos, de acordo com a edição mais recente do Anuário da Segurança Pública.

Já no estudo “A cidade é de quem?”, a organização ActionAid aponta que as cidades, em particular, “são territórios de tensão, onde as oportunidades coexistem com a violência, a criminalidade, a discriminação e exclusão. [Nelas], as mulheres enfrentam mais insegurança, independentemente do local onde residam”. E a falta de iluminação contribui para que esse problema se agrave, segundo pesquisa publicada em 2019, pela Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG).

“Só queria poder sair do trabalho e chegar em casa sem medo”, pontua Viviane Ribas. Enquanto a situação não for resolvida pela Prefeitura, com a instalação de luzes na ciclovia da Avenida Luís Eduardo Magalhães, esse medo, entretanto, continuará a persistir.

Foto de capa: Trecho do vídeo publicado por Viviane Ribas

Gosta do nosso trabalho? Então considere apoiar o Conquista Repórter. Doe qualquer valor pela chave PIX 77999214805 ou assine a nossa campanha de financiamento coletivo no Catarse. Assim, você nos ajuda a fortalecer o jornalismo independente que Vitória da Conquista precisa e merece!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • some
  • Somos uma organização de mídia independente que produz jornalismo local em defesa dos direitos humanos e da democracia no sertão baiano.
  • Apoie

© 2021-2024 | Conquista Repórter. Todos os direitos reservados.