Conheça as propostas de ACM Neto e Jerônimo Rodrigues para Educação, Saúde e Cultura 

Por - 19 de outubro de 2022

Promessas incluem a adoção do ensino médio e profissional em tempo integral e a criação de mecanismos para fomento à cultura no estado.

Faltam apenas 11 dias para o segundo turno das eleições gerais de 2022 e a disputa para o cargo de governador da Bahia continua acirrada entre os candidatos ACM Neto, do União Brasil (UB), e Jerônimo Rodrigues, do Partido dos Trabalhadores (PT). Ambos possuem diversas propostas voltadas para Educação, Saúde e Cultura. O Conquista Repórter listou as principais medidas presentes nos programas de governo de cada um, disponíveis no site “Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais”.

Educação

O foco principal de ACM Neto (UB) para a Educação é acompanhar a aprendizagem desde a creche até a universidade. Ele promete implementar “um sistema educacional conectado à tecnologia, à empregabilidade e às vocações regionais”. Para tal, o candidato diz que irá se inspirar em “modelos vitoriosos de outros estados”, como Ceará e Pernambuco, e realizará ações mobilizando governo, setores produtivos, regiões do estado, municípios e toda a sociedade.

Além disso, em seu programa, Neto atribui prioridade para a valorização dos professores, elaboração de projetos pedagógicos para o ensino básico, adoção do ensino médio e profissional em tempo integral, e a educação de jovens e adultos com módulo profissionalizante. 

O candidato Jerônimo Rodrigues (PT), em seu plano de governo, faz uma divisão que corresponde a cada grupo de pessoas e como irá atendê-las. Na educação básica, a proposta é “uma formação crítica, transformadora e emancipatória”, que visa o fortalecimento da territorialização das políticas educacionais na Bahia. Também é prometida a consolidação de um ensino integral que envolva atividades científicas, artísticas, culturais e esportivas. 

Como proposta, o petista apresenta ainda a implementação de uma política estadual de educação do campo, para que trabalhadores e trabalhadoras rurais tenham o direito de estudar. Além dessas pessoas, os povos indígenas e quilombolas estão inseridos no plano educacional do candidato, que objetiva a produção de materiais escolares específicos para melhor atendê-los e a criação de cursos profissionalizantes, conforme as demandas territoriais de identidade. 

Saúde

Para o candidato ACM Neto, é necessária uma revisão da estrutura técnica-operacional das unidades de saúde. Em seu programa de governo, ele diz que “é preciso definir o território de atuação dos serviços clínicos e especializados em cada macrorregião”. Além disso, promete aprimorar o funcionamento de hospitais, policlínicas e UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), através do monitoramento de desempenho; transformar hospitais municipais estratégicos em referências microrregionais; e construir novos hospitais regionais.

Neto também pretende solucionar a desordem e demora nas filas de atendimentos urgentes, para que casos de trauma, AVC (Acidente Vascular Cerebral), partos sem assistência e outras incidências de alto risco, sejam tratadas o mais rápido possível.

Jerônimo Rodrigues, do Partido dos Trabalhadores (PT), acredita que é preciso enfrentar as desigualdades estruturais da sociedade para garantir saúde de qualidade. Segundo ele, serão realizados projetos de fortalecimento à vigilância sanitária, incluindo estratégias de combate às emergências sanitárias, tais como a Varíola dos Macacos e a Covid-19. 

No Programa de Governo Participativo (PGP), o candidato também promete regulamentar o acesso à atenção especializada hospitalar, incentivar a ampliação da rede de saúde mental, e implementar hospitais regionais. Outro ponto mencionado é a promoção de equidade e enfrentamento de disparidades raciais, étnicas, de gênero, orientação sexual e local de moradia no âmbito do SUS.

Cultura

O candidato ACM Neto propõe a implementação de uma política pública que crie condições e promova um ecossistema independente e regenerativo, para que pessoas, artistas, agentes, empreendedores e instituições possam produzir e viver exclusivamente da cultura. O ex-prefeito de Salvador promete mapear “histórias e territorialidades do Estado da Bahia para a criação de um cadastro atualizado das perspectivas identitárias e suas potências culturais”.

Também consta no programa de governo de Jerônimo Rodrigues a valorização da cultura por uma logística de territorialidade para a preservação das identidades. Ele promete fortalecer o plano estadual de cultura; criar a Associação das Cidades Históricas e Bens Tombados do Estado da Bahia e o Centro de Documentação e Memória para o Recôncavo Baiano; além de fortalecer os mecanismos de fomento à cultura no estado, promovendo a descentralização do acesso aos recursos do Fundo de Cultura e do Fazcultura.

Confiras os programas de governo na íntegra aqui e aqui.

Gosta do nosso trabalho? Então considere apoiar o Conquista Repórter. Doe qualquer valor pela chave PIX 77999214805 ou assine a nossa campanha de financiamento coletivo no Catarse. Assim, você nos ajuda a fortalecer o jornalismo independente que Vitória da Conquista precisa e merece!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • some
  • Somos uma organização de mídia independente que produz jornalismo local em defesa dos direitos humanos e da democracia no sertão baiano.
  • Apoie

© 2021-2024 | Conquista Repórter. Todos os direitos reservados.