Índices de evasão escolar aumentam após dificuldade de acesso ao ensino remoto

Por - 20 de julho de 2022

Entre 2020 e 2021, a taxa aumentou 1,4% no nível fundamental e 14,6% entre alunos do ensino médio, em Vitória da Conquista. Os dados são do Censo Escolar do Inep e preocupam conselhos municipais de políticas públicas.

De acordo com o Censo Escolar do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em 2021, a taxa de evasão escolar, em Vitória da Conquista, foi de 1,5% entre alunos do ensino fundamental e 15,2% entre estudantes do nível médio. Os dados abrangem instituições públicas municipais e estaduais localizadas nas zonas urbana e rural. 

Em comparação ao ano de 2020, houve um aumento significativo nos índices de abandono escolar, o que pode estar associado a fatores como dificuldade de acesso ao ensino remoto durante a pandemia da covid-19, especialmente nas comunidades rurais. Entre 2020 e 2021, a taxa de evasão aumentou 1,4% no nível fundamental e 14,6% entre alunos do ensino médio. 

Segundo Jocione Fonseca, coordenadora do Conselho Tutelar Rural, acessar as aulas na modalidade virtual foi muito difícil para os estudantes da zona rural de Conquista. “Houve uma grande dificuldade porque temos povoados muito distantes da cidade. Nos distritos até tem as redes wi-fi, mas há lugares mais longe onde não existe essa ferramenta”, contou. 

Durante o período em que as aulas estiveram suspensas, em razão das medidas sanitárias de prevenção à covid-19, a Secretaria Municipal de Educação disponibilizou uma plataforma para aulas virtuais. Além disso, viabilizou a distribuição de atividades impressas para os alunos da rede municipal, mas os estudantes da zona rural também enfrentaram dificuldades para acessar o material.

“Às vezes, a escola fica em um distrito que é distante do povoado onde o aluno mora, e até que o material impresso chegasse lá para que ele pudesse continuar os estudos, era muito tempo. A Secretaria de Educação teve que fazer toda uma dinâmica, o conselho tutelar entrou nessa situação, porque os estudantes não podiam ficar sem o mecanismo das aulas, mas tinham dificuldade com o acesso online”, explicou a conselheira Jocione.

Para tentar reverter a situação de abandono escolar, os órgãos responsáveis pela educação no município estão atuando através da Busca Ativa, uma ferramenta disponibilizada para todos os estados e municípios. O projeto tem a intenção de auxiliar na identificação, registro e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão. A Prefeitura de Conquista aderiu ao Busca Ativa em abril de 2019.

“Depois da pandemia, aumentou muito esse índice de evasão escolar. Então, a Busca Ativa está bem atuante. Os representantes da iniciativa já pediram uma pauta no Conselho de Educação para falar do que está sendo desenvolvido. E nós abraçamos imediatamente essa causa por entender que é de extrema importância”, disse Marco Lopes, presidente do Conselho Municipal de Educação.

Segundo Jocione, coordenadora do Conselho Tutelar Rural, a entidade entende que é preciso acompanhar os casos de abandono escolar e entender os motivos por trás dele. “O conselho hoje não pontua a evasão, mas sim a dificuldade do acesso ao ensino durante a pandemia, o que gerou consequências. No mês de junho, eu estive em um povoado para fazer uma busca ativa de uma aluna que estava fora da rede de ensino. A pessoa que cuida da criança entendeu que não precisava matriculá-la na escola. Disse que ano que vem matriculava, mas que esse ano não precisava porque já tinha ficado sem estudar [durante a pandemia]”, contou.

Foto de capa: Secom/PMVC.

Gosta do nosso trabalho? Então considere apoiar o Conquista Repórter. Doe qualquer valor pela chave PIX 77999214805 ou assine a nossa campanha de financiamento coletivo no Catarse. Assim, você nos ajuda a fortalecer o jornalismo independente que Vitória da Conquista precisa e merece!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • some
  • Somos uma organização de mídia independente que produz jornalismo local em defesa dos direitos humanos e da democracia no sertão baiano.
  • Apoie

© 2021-2024 | Conquista Repórter. Todos os direitos reservados.