Após manifestações nas ruas e no plenário, Câmara Municipal aprova moção de repúdio a radialistas da Clube FM

Por - 25 de março de 2022

A matéria foi aprovada com 10 votos favoráveis, 3 contra e 2 abstenções. Professores e integrantes de movimentos sociais protestaram em frente à sede do Legislativo e da emissora de rádio.

Com discursos ao microfone e faixas nas mãos, representantes do Fórum Sindical e Popular, além de professores e jornalistas de Vitória da Conquista, realizaram um ato público em frente à Câmara de Vereadores na manhã desta sexta-feira, 25. O protesto foi motivado pelos ataques às diretoras do Sindicato do Magistério Municipal Público (Simmp), Elenilda Ramos e Greissy Leôncio, na Rádio Clube FM, proferidos pelos radialistas Washington Rodrigues e Humberto Pinheiro. Os manifestantes ocuparam o plenário da Casa, onde foi aprovada uma moção de repúdio aos comunicadores da emissora.

O ato teve início na porta da Câmara, onde os manifestantes não apenas protestaram contra a violência sofrida pelas professoras, mas também reivindicaram o reajuste linear de 33,24% para os educadores do munícipio, conforme exige a Lei Nacional do Piso.

“Vereador pede aumento e ninguém faz nada. Deputado pede aumento e ninguém faz nada. Por que com os professores agem dessa forma quando apenas exigimos o cumprimento da lei? Quem é que forma o filho do trabalhador?”, questionou a professora Vanda Gusmão, durante o protesto.

“Eles pensaram que iam nos calar naquele dia, que não ia haver nenhuma repercussão disso, que as mulheres não iam se unir”, Greissy Leôncio, vice-presidente do Simmp. Foto: Ascom/Simmp.

Após as falas e palavras de ordem em frente à sede do Legislativo conquistense, o movimento se deslocou até a porta da Rádio Clube FM, no Centro. “Eles pensaram que iam nos calar naquele dia, que não ia haver nenhuma repercussão disso, que as mulheres não iam se unir […]. Agora eu quero ver o que eles vão fazer com nós, mulheres, que estamos aqui”, disse a vice-presidente do Simmp, Greissy Leôncio.

De volta à Câmara Municipal, os manifestantes ocuparam as cadeiras no plenário Carmem Lúcia, onde ocorria a sessão ordinária da Casa, para acompanhar a votação da Moção de Repúdio nº 4/2022. Proposta pela Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Defesa da Mulher, a matéria foi aprovada com 10 votos a favor, 3 contra* e 2 abstenções. Durante a votação, 3 vereadores estavam ausentes* e enviaram justificativas, anexadas à lista de presença da sessão: Lúcia Rocha (MDB), Augusto Cândido (PSDB) e Delegado Marcos Vinícius (PODE). Hermínio Oliveira (PODE) e Orlando Filho (PRTB) não registraram votos.*

Os professores também reivindicaram o reajuste linear de 33,24% para todos os educadores do município. Foto: Ascom/Simmp.

Os parlamentares contrários à moção de repúdio foram Nelson de Vivi (União Brasil), Chico Estrella (PTC) e Ivan Cordeiro (PTB). Já os edis que optaram pela abstenção foram Bibia (MDB) e Subtenente Muniz (Avante).

Votaram a favor da moção de repúdio os vereadores Viviane Sampaio (PT), Alexandre Xandó (PT), Dr. Andreson (PCdoB), Ricardo Babão (PCdoB), Valdemir Dias (PT), Fernando Jacaré (PT), Luciano Gomes (PCdoB), Dinho dos Campinhos (PP), Nildo Freitas (PSC) e Adinilson Pereira (MDB).

ERRAMOS:

*Durante a sessão ordinária da Câmara Municipal, na sexta-feira, 25, os vereadores Orlando Filho (PRTB) e Hermínio Oliveira (PODE) estavam presentes, segundo documento disponível no site da CMVC, mas não votaram contra ou a favor da moção de repúdio aos comunicadores da Rádio Clube FM. No total, foram 10 votos a favor da matéria legislativa, 3 contrários e 2 abstenções. Além disso, 3 parlamentares estavam ausentes: Lúcia Rocha (MDB), Augusto Cândido (PSDB) e Delegado Marcos Vinícius (PODE).

Foto de capa: Ascom/Simmp.

Gosta do nosso trabalho? Então considere apoiar o Conquista Repórter. Doe qualquer valor pela chave PIX 77999214805 ou assine a nossa campanha de financiamento coletivo no Catarse. Assim, você nos ajuda a fortalecer o jornalismo independente que Vitória da Conquista precisa e merece!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • some
  • Somos uma organização de mídia independente que produz jornalismo local em defesa dos direitos humanos e da democracia no sertão baiano.
  • Apoie

© 2021-2024 | Conquista Repórter. Todos os direitos reservados.