Prefeita e vereadores da oposição dizem que são contra desobrigação do uso de máscaras

Por - 4 de novembro de 2021

Os parlamentares se posicionaram após imprensa local divulgar que todo o Legislativo votou a favor de indicação do vereador Ivan Cordeiro (PTB). A prefeita Sheila Lemos disse que "não custa nada tirar a máscara quando estivermos 100% seguros".

Na última sexta-feira, 29 de outubro, durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista em que foi aprovada a moção de repúdio LGBTfóbica contra a DC Comics, uma outra matéria polêmica tramitou na Casa do Povo. A indicação 1936/2021, de autoria do vereador Ivan Cordeiro (PTB), que solicita à prefeita Sheila Lemos (DEM) a desobrigação do uso de máscaras em locais abertos e sem aglomeração na cidade, recebeu autorização para ser encaminhada ao Executivo conquistense.

Após a tramitação na Câmara, foi divulgado em alguns blogs locais que a medida havia sido aprovada por unanimidade. Por isso, nesta quinta-feira, 4, vereadores da bancada de oposição emitiram uma nota à imprensa sobre o assunto. No comunicado, eles defenderam a obrigatoriedade do uso de máscaras como forma de enfrentamento à pandemia da covid-19 e afirmaram que “a proposição entrou em pauta em meio a uma sessão tumultuada”.

No texto, os parlamentares explicaram que, “naquele dia [29 de outubro], devido ao adiantado da hora, o presidente da Câmara, Luis Carlos Dudé (MDB), solicitou ao plenário que as indicações fossem votadas em bloco”. Isso significa que todas elas passaram por votação sem leitura da pauta e sem discussão.

Os parlamentares declararam que são veementemente contrários à medida proposta por Ivan Cordeiro, “visto que a pandemia da covid-19 não acabou”. Ressaltaram ainda que a recomendação das autoridades sanitárias é que os cuidados, inclusive o uso de máscaras, sejam mantidos para evitar que o novo coronavírus volte a avançar.

Atualmente, sete vereadores compõem a bancada de oposição na Câmara Municipal de Conquista. Fernando Jacaré, Valdemir Dias, Viviane Sampaio e Alexandre Xandó são representantes do Partido dos Trabalhadores (PT). Já Dr. Andreson Ribeiro, Luciano Gomes e Ricardo Babão são integrantes do Partido Comunista do Brasil (PCdoB).

Nesta quinta-feira, 4, a prefeita Sheila Lemos também afirmou que é contra a desobrigação do uso de máscaras no atual momento. Segundo ela, “não custa nada esperar um pouco mais e tirar a máscara quando estivermos 100% seguros, para que a gente não precise dar um passo atrás”. A afirmação foi feita durante uma entrevista coletiva na cerimônia de entrega do Título de Cidadão Conquistense, realizada pela Câmara Municipal.

Aumento de casos de covid-19 em Conquista

As flexibilizações que foram feitas nos últimos dois meses já têm se refletido no quadro epidemiológico do município. Após 30 dias sem registrar óbitos em decorrência do novo coronavírus, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou a morte de um homem, de 76 anos, em 19 de outubro. Além disso, de acordo com levantamento do site Conquista de Fato, entre 3 de outubro e 4 de novembro, o número de casos ativos da covid-19 passou de 18 para 123.

Em boletim divulgado nesta quinta, 4, pesquisadores do Observatório Covid-19 da Fiocruz disseram que “a flexibilização deve ser adotada de forma cautelosa, paulatina e acompanhada de outras medidas, tais como o passaporte vacinal e vigilância em saúde, para identificar rapidamente novos casos e seus contatos”.

Foto de capa: Ascom/CMVC

Gosta do nosso trabalho? Então considere apoiar o Conquista Repórter. Doe qualquer valor pela chave PIX 77999214805 ou assine a nossa campanha de financiamento coletivo no Catarse. Assim, você nos ajuda a fortalecer o jornalismo independente que Vitória da Conquista precisa e merece!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • some
  • Somos uma organização de mídia independente que produz jornalismo local em defesa dos direitos humanos e da democracia no sertão baiano.
  • Apoie

© 2021-2024 | Conquista Repórter. Todos os direitos reservados.