Moradores cobram a revitalização e retomada de atividades na Praça da Juventude

Por - 22 de fevereiro de 2024

Situado no bairro Guarani, no entorno da Reserva Florestal do Poço Escuro, o equipamento está sob administração da Coordenação da Juventude. Em janeiro, a pasta lançou um formulário para a solicitação do espaço para eventos.

Inaugurada em setembro de 2013, a Praça da Juventude, no bairro Guarani, se consolidou por alguns anos como um espaço preparado para receber com frequência atividades de esporte, cultura e lazer, em Vitória da Conquista. A área, situada no entorno da Reserva Florestal do Poço Escuro, foi diversas vezes palco de shows, competições e festivais. Mas ao contrário do que se via há algum tempo, os visitantes que passam por lá hoje percebem pouca movimentação de pessoas, além de instalações que necessitam de manutenção e reforma.

Quem sente falta dos eventos que costumavam acontecer naquela área é Weider Saraiva, estudante de História na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e morador do município desde 2014. Assim que chegou na cidade, o primeiro show que assistiu foi realizado no anfiteatro da praça. “Uma colega me disse que haveria uma apresentação de rock lá, um lugar que eu nem sabia que existia e muito menos onde era. Mas, na sorte, fui de bicicleta e dei um jeito de achar. Foi ótimo, ainda mais sendo numa praça pública e totalmente gratuito”, disse o discente.

Para Weider, a Praça da Juventude só traz boas memórias. Foi lá que ele jogou bola com amigos, assistiu batalhas de Rap e de Hip Hop, viu de perto atividades circenses e teatrais, e também onde, segundo ele, conheceu uma moça que acabou se tornando o melhor relacionamento que teve na cidade. “Para mim, esse é o significado e a relevância que um espaço público de sociabilidade tem na vida das pessoas, do bairro, da cidade e da sociedade”, destacou.

Além do anfiteatro, o equipamento possui academia ao ar livre, quadra esportiva, parque recreativo e uma área verde para piqueniques e outras atividades. Construído com investimento superior a R$1,19 milhão, segundo informação disponível no site da Prefeitura, o local já recebeu exibições de filmes, campeonatos esportivos, pedaladas, oficinas de grafitagem, e ainda o Festival da Juventude, que teve sua última edição realizada no ano de 2015.

Uma das pessoas que já realizou eventos na praça é o capoeirista Daniel Sousa. Natural de Aracatu, ele mora em Vitória da Conquista há oito anos e, atualmente, utiliza o espaço para dar aulas. “É um local importante para o desenvolvimento não só da capoeira, mas do esporte em geral. Conquista é pobre em beleza natural, então é necessário um cuidado maior com as nossas praças. Precisamos de mais segurança, iluminação pública, atividades esportivas ao ar livre”, relatou o educador.

Jonathan Pereira é um dos aprendizes de Daniel. Ele e seu mentor treinam na Praça da Juventude sempre às terças e quintas. O capoeirista conta que gosta do espaço, mas sente que é um lugar inseguro. “Falta uma revitalização. Percebo que a área está abandonada. As pessoas acabam não vindo por conta do abandono”, afirmou o esportista.

Planos de revitalização

De acordo com o coordenador da Juventude, Anderson Rocha, existe um plano da gestão municipal para revitalizar a praça e não há a possibilidade de fechamento definitivo do espaço. No dia 30 de janeiro deste ano, a Prefeitura de Vitória da Conquista publicou o Decreto nº 23.068, no Diário Oficial do Município (DOM), atualizando o regimento interno para uso e funcionamento do equipamento.

Com a alteração das regras, a praça passa a ser administrada diretamente pela Coordenação da Juventude, vinculada à Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (SMDE). O órgão irá se encarregar do uso e manutenção do anfiteatro, dos quiosques, do auditório, da academia e do parque infantil. Além disso, ainda haverá o envolvimento da Coordenação de Esporte e Lazer, que será responsável pelos espaços de práticas esportivas.

O novo regimento também descreve a forma como pessoas ou entidades, de caráter público ou privado, podem solicitar a utilização da Praça da Juventude para a realização de eventos. O pedido de pauta deve ser feito por meio do preenchimento de um formulário, que pode ser entregue de forma on-line ou presencial. Segundo Anderson Rocha, essa é uma das maneiras que a coordenação encontrou para estimular a população a ocupar aquele espaço.

“A partir do momento em que a gente toma essa iniciativa de atualizar o regimento e tornar isso público, alguns movimentos já começam a surgir. Posso destacar o evento realizado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, o Calebe, que colocou mais de duas mil pessoas naquela praça, movimentando o anfiteatro. E é isso que a gente quer, que os movimentos, sejam religiosos, culturais ou esportivos, continuem movimentando aquela praça para que ela não seja marginalizada”, afirmou o coordenador.

Em relação à segurança, Anderson disse que a coordenação conseguiu doações de câmeras que serão instaladas na praça, e destacou que está em andamento a reforma do posto onde fica a Guarda Municipal. Além disso, ele ressaltou que a pasta está em busca de tintas para restaurar as pinturas das instalações.

A limpeza e a poda da área verde já estão sendo realizadas por trabalhadores no espaço. Outra ação da coordenação, de acordo com Anderson, será a retomada do Festival da Juventude, após a revitalização da praça, para dar visibilidade ao espaço reformado. “Queremos fazer esse momento para mobilizar a juventude de Vitória da Conquista e ocupar aquele lugar. Estamos também buscando parcerias com empresários para levar novos equipamentos para lá e buscando recursos para realizar projetos”, explicou.

Gosta do nosso trabalho? Então considere apoiar o Conquista Repórter. Doe qualquer valor pela chave PIX 77999214805 ou assine a nossa campanha de financiamento coletivo no Catarse. Assim, você nos ajuda a fortalecer o jornalismo independente que Vitória da Conquista precisa e merece!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • some
  • Somos uma organização de mídia independente que produz jornalismo local em defesa dos direitos humanos e da democracia no sertão baiano.
  • Apoie

© 2021-2024 | Conquista Repórter. Todos os direitos reservados.