Lula e Bolsonaro vão disputar 2º turno da eleição presidencial

Por - 2 de outubro de 2022

Com praticamente 100% das urnas apuradas, o petista alcançou 48,40% dos votos válidos, enquanto o atual presidente registrou o índice de 43,22%.

Os candidatos Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) vão disputar o segundo turno da eleição presidencial, que acontece no dia 30 de outubro. Com praticamente 100% das urnas apuradas, o petista alcançou 48,40% dos votos válidos, enquanto o atual presidente registrou o índice de 43,22%. Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), mais de 120 milhões de pessoas compareceram às urnas neste domingo, 2, em todo o país.

A apuração teve início a partir das 17h, horário em que as urnas foram fechadas em todos os estados brasileiros. Lula iniciou em vantagem, atingindo 51,18% dos votos, com apenas 0,09% das seções totalizadas. Com 1,24% do processo de contagem concluído, Bolsonaro ultrapassou o petista, registrando 48,44%.

Com mais de 60% das urnas apuradas, o ex-presidente começou a diminuir a diferença de votos em comparação a Bolsonaro. Já com 70% da apuração realizada, Lula superou o candidato do PL, com 45,74% dos votos válidos, finalizando à frente na disputa com uma divergência de mais de 6 milhões de votos contra o chefe do executivo federal.

Nas redes sociais, eleitores e eleitoras reagiram à notícia do segundo turno. “É bizarro olhar a porcentagem desse homem depois de TUDO que a gente passou. NÃO É POSSÍVEL”, escreveu um usuário no Twitter, se referindo ao presidente Bolsonaro. 

“Esse país é uma piada. Literalmente uma piada. Pessoas ficaram sem oxigênio, pessoas morreram, pessoas foram negadas de uma vida digna, de comida, de educação básica, tudo por um homem [Bolsonaro] que ainda debocha delas e, mesmo assim, deixaram o segundo turno acontecer”, disse outro internauta.

Apoiadores de Bolsonaro criticaram o fato do presidente não ter sido eleito em primeiro turno e questionaram a credibilidade do sistema eleitoral brasileiro. “Como ele elege deputados, senadores e governadores, mas não elege a si mesmo?”, publicou um eleitor. No pleito de 2022, diversos candidatos declaradamente bolsonaristas foram eleitos para o senado, como a ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.

Gosta do nosso trabalho? Então considere apoiar o Conquista Repórter. Doe qualquer valor pela chave PIX 77999214805 ou assine a nossa campanha de financiamento coletivo no Catarse. Assim, você nos ajuda a fortalecer o jornalismo independente que Vitória da Conquista precisa e merece!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • some
  • Somos uma organização de mídia independente que produz jornalismo local em defesa dos direitos humanos e da democracia no sertão baiano.
  • Apoie

© 2021-2024 | Conquista Repórter. Todos os direitos reservados.