“É uma necessidade de dizer como funciona o mundo a partir de nossa perspectiva”

Por - 20 de abril de 2022

Em entrevista ao Conquista Repórter, a escritora Gisberta Kali falou sobre Fricção, seu novo projeto literário desenvolvido em conjunto com outros cinco artistas. O lançamento do livro está previsto para junho deste ano.

Com lançamento previsto para junho, Fricção é o mais novo projeto literário da escritora, performer e educadora social, Gisberta Kali. O foto-livro é uma obra desenvolvida em conjunto com outros artistas: Ambrosina Daguerre e Lanmi Carolina, responsáveis pela produção fotográfica, George Neri, produtor executivo, Thiago Suiten, diretor de arte do projeto gráfico* e diagramador, e Daniel Lemos, autor do prefácio. “Eu nunca imaginei a criação desse livro. Na verdade, ele surgiu como síntese de um longo processo criativo entre a literatura e as transformações políticas do meu corpo”, afirmou Kali.

Para Gisberta, a obra é um ponto de tensão entre a História e a Literatura. “Penso isso porque há uma necessidade, acho que não só minha, mas de todas as pessoas trans que fazem arte de forma geral, de se inscrever na História. É uma necessidade de dizer como funciona o mundo a partir de nossa perspectiva […]. É um ponto de tensão porque, ao mesmo tempo que tem essa vontade, existe o lado de ficção, inventividade, poesia e do não compromisso com a objetividade”, explicou.

O foto-livro foi contemplado pelo edital setorial de literatura 2019 e tem apoio financeiro do Governo da Bahia. Produção fotográfica: Ambrosina Daguerre e Lanmi Carolina.

A autora define o livro como um “anti-romance”, que não se compromete com nenhum gênero. “Não é um código de ética, uma representação da realidade, uma biografia, não é um tratado de história, nem de política, nem é só literatura, mas passeia por todos esses lugares”, contou a escritora. Fricção não é o primeiro projeto artístico literário de Gisberta. Em novembro de 2021, ela lançou oficialmente, em Vitória da Conquista, a obra Poética do Asfalto. Um e-book multimídia intitulado Poética Visual do Asfalto também está disponível para o público.

Apesar da ordem cronológica dos lançamentos dos dois projetos, Gisberta contou que Fricção, na verdade, foi escrito antes de Poética do Asfalto. “Nessa obra [Fricção], eu tinha nascido enquanto escritora. Eu me percebi escritora e assumi uma atitude responsiva”, disse. Atualmente, ela se dedica à escrita de contos. “Eu gosto desse gênero. É rápido, preciso, e ao mesmo tempo profundo. Funciona como laço, a gente consegue segurar mais o leitor”, explicou.

“Nessa obra [Fricção], eu tinha nascido enquanto escritora, Gisberta Kali. Foto: Ambrosina Daguerre.

O foto-livro foi contemplado pelo edital setorial de literatura 2019 e tem apoio financeiro do Governo da Bahia, através do Fundo de Cultura, da Secretaria da Fazenda, da Fundação Cultural do Estado da Bahia e da Secretaria de Cultura da Bahia. O financiamento prevê uma distribuição gratuita de exemplares impressos. Além disso, segundo Gisberta, a equipe por trás de Fricção está trabalhando com recortes do texto a partir de intersecções com produções audiovisuais.

Fotos: Ambrosina Daguerre.

Produção fotográfica: Ambrosina Daguerre e Lanmi Carolina.

MATÉRIA ATUALIZADA EM 21/04/2022, ÀS 12H25:

Além de diagramador, Thiago Suiten (Estúdio Imboré) também é diretor do projeto gráfico de Fricção. A informação foi acrescentada ao texto.

Gosta do nosso trabalho? Então considere apoiar o Conquista Repórter. Doe qualquer valor pela chave PIX 77999214805 ou assine a nossa campanha de financiamento coletivo no Catarse. Assim, você nos ajuda a fortalecer o jornalismo independente que Vitória da Conquista precisa e merece!

Uma resposta para ““É uma necessidade de dizer como funciona o mundo a partir de nossa perspectiva””

  1. […] entrevista para o site Conquista Reporter, Gisberta define a obra é um ponto de tensão entre a História e a Literatura. “Penso isso porque […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • some
  • Somos uma organização de mídia independente que produz jornalismo local em defesa dos direitos humanos e da democracia no sertão baiano.
  • Apoie

© 2021-2024 | Conquista Repórter. Todos os direitos reservados.